Total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

AS SEMENTES ESTELARES NA MISSÃO DO RESGATE PLANETÁRIO

As Sementes Estelares são seres de grande bagagem e poder espiritual, que vieram para a encarnação nesta época da humanidade com a missão crística de resgatar, através da expansão da consciência, a todos os seres humanos que se perderam pelos caminhos de maia, da ilusão e da degradação no ambiente terrestre. 

Estes seres assumiram o compromisso de encarnar dentro de certas raças com o objetivo de despertar a Consciência Crística da humanidade. A Terra foi um dos planetas escolhidos. Estas sementes estelares são seres que por inúmeras reencarnações não se desviaram da vontade maior do Criador.

A missão de cada semente estelar é a transformação da consciência de cada ser encarnado. E assim gradativamente a transformação de toda a humanidade. Por serem seres de grande conhecimento e bagagem espiritual estão protegidos das inúmeras cadeias de negatividade dos mundos inferiores e conseguem impor a presença da luz sobre o planeta. 


Todos ligados à missão têm o conhecimento da meta e do objetivo da encarnação. Assim, todos os arquétipos cósmicos dos Arcanjos, Elohins, Serafins, etc., começaram a atuar na reconstrução da malha eletromagnética da Terra para recuperar a nossa verdadeira consciência através destas sementes estelares. 

Isso explica a nossa atual caminhada rumo à consciência cósmica. Mas ainda vivemos o conflito da dualidade. Pois as manipulações deste conflito ainda estão impressas em nossa matriz criacional. Estes são todos aqueles que vieram para a Terra em missão de sacrifício, a fim de despertar a raça humana para os verdadeiros e eternos valores divinos. Por muitas e muitas vidas esta batalha foi empreendida, e continua acontecendo até os dias de hoje.

Atualmente, esta batalha vem chegando ao fim, e o início da Nova Era é o marco inevitável para a civilização terrena, onde todo o mal deixará de existir, todas as guerras cessarão, e a paz e o amor enfim prevalecerão. Todos os habitantes do planeta Terra e dos 37 planetas ligados a este quadrante estão tendo, portanto, a possibilidade de despertar para esta nova realidade da vida. 


Todos estão tendo a possibilidade de criar uma nova realidade para este novo tempo, que melhor atenda aos interesses da  humanidade para uma vida melhor, mais saudável, mais próxima de Deus e da realidade universal. Geralmente os seres humanos levam muitas encarnações para serem iniciados no caminho espiritual.

Muitos que já iniciaram neste caminho espiritual em outras encarnações permanecem estagnados devido à ilusão do plano material. É por isso que as Sementes Estelares descem para a matéria  munidas de uma imensa bagagem espiritual com o objetivo de realizar na Terra uma grande missão. 


Eles estão aqui imbuídos de uma missão de amor e renúncia para que possam guiar a humanidade pelos caminhos da luz e da libertação. São seres de grande amor e força espiritual. 

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

O que você faz para alcançar a felicidade?



Todos buscamos a felicidade. Ouvimos falar de felicidade o tempo todo, especialmente na mídia, ou em palestras de gurus e em workshops com especialistas de todo tipo, e também a buscamos nos livros e colunas de autoajuda, mas sabemos realmente o que fazer para alcançá-la?
Primeiramente, devemos definir o que é felicidade para cada um de nós, pois a felicidade é uma sensação subjetiva, íntima, e não é igual para todo mundo. Afinal, um prato de arroz para quem está morrendo de fome pode significar a felicidade, mas para quem tem sempre a geladeira cheia, talvez a felicidade seja representada por um anel de brilhante! E para outra pessoa que sofre de solidão, a felicidade pode ser simplesmente o abraço de um amigo! Eu poderia continuar enumerando outros exemplos daquilo que pensamos ser a felicidade, e esses exemplos iriam desde conseguir obter objetos cobiçados, ou o amor da pessoa amada, ou ainda vivenciar situações prazerosas como passar férias em exóticos paraísos! Porém, caros leitores, nenhum desses exemplos seria capaz de descrever a sensação íntima da verdadeira felicidade. A felicidade é um estado de plenitude interior que só é conseguida com muito autoconhecimento, muito empenho e determinação e, principalmente, muito desenvolvimento espiritual.
Eu cheguei à conclusão que a felicidade é um estado de espírito que apesar de ser flutuante ou efêmero, uma vez conquistado, não nos abandona nunca mais! Sabemos que nada é permanente pois a vida tem altos e baixos, e ao longo de nossa encarnação, vivemos momentos melhores e outros piores, momentos de alegria e de tristeza.
Vamos fazer um exemplo: planejamos passar férias no litoral e ao invés de conseguir sete dias de sol, pegamos dois ou três dias de chuva! Não vamos voltar das férias dizendo que elas foram de todo ruins, mas diremos que alguns dias foram bons e outros um pouco menos. Porém, mesmo os dias de chuvas podem ter sido úteis para que nossa pele pudesse descansar das queimaduras solares! Ou então, vou dar outro exemplo: pegamos o carro para viajar, e todos felizes pensamos que finalmente iremos conhecer aquele lugar maravilhoso que tanto sonhamos!
De repente, na estrada furamos um pneu e perdemos horas preciosas de nosso lazer esperando que o borracheiro o conserte! Não vamos dizer que isso estragou toda nossa viagem, pois podemos fazer dessa pausa inesperada uma ocasião para um descanso e, dependendo de nossa atitude, esse percalço do caminho terá somente adiado um pouco nossa felicidade.
Por essa mesma razão, quando um cliente me pergunta se o período que estou analisando (geralmente a Previsão tem validade de doze meses) será um período favorável ou desfavorável, eu costumo responder que isso vai depender de como ele irá percorrer o caminho e encarar o percurso e o aprendizado!
Na minha interpretação, posso explicar o roteiro, indicar os percalços eventuais e também sugerir os momentos de benesse e lazer, mas quem fará o percurso será o cliente, com sua personalidade, suas características pessoais e, portanto, dependendo de sua atitude, aproveitará os momentos felizes de maneira intensa e saberá que os momentos menos favoráveis poderão ser superados, se encarados como ocasiões de crescimento e aprendizado.
Então, concluo que podemos conseguir a felicidade se fizermos de cada momento de nossa vida uma pequena felicidade! Quando abrimos os olhos de manhã e podemos enxergar o céu azul, as arvores floridas, ouvir os pássaros cantando, abraçar nossos entes queridos compartilhando com eles o pão de cada dia devemos dizer bem alto: obrigado, meu Deus, por mais esse dia de felicidade!
Sim, a felicidade é um estado de espírito que nenhum bem material pode nos oferecer e que é alcançada somente com muita meditação, muita oração, e especialmente com a integração completa com o Pai Amor!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Escute pelo coração o chamado da Luz


Faz algum tempo que a serenidade, a harmonia e a paz moram em mim, acompanhando-me aonde quer que eu vá. Cada vez mais sinto-me parte integrante do Universo, uno com Tudo que existe na dimensão da matéria ou em qualquer outra mais sutil, mais suave, mais inundada de Luz. 
Muito ainda há para ser feito, mas continuo na busca da verdade, vivendo focado no presente, nas prioridades que a vida nos coloca no caminho, sentindo-me 100% responsável por tudo que me acontece e ainda pelos seres que estão à minha volta. Respiro Unidade, vivo na simplicidade, sei da divina presença que habita em mim e da imensa necessidade que tenho de purificar-me de dogmas enraizados e memórias tóxicas desta e de outras vidas. 
O amor é meu guia e o perdão o instrumento que diariamente utilizo para me tornar um ser melhor, mais útil, engajado e consciente. O medo, a culpa e a ilusão foram embora faz tempo e sei que o caminho sou eu quem define, quando minha vibração é correta, em sintonia com as leis universais. 
Tem sido um caminho longo de quebra de padrões, hábitos, conceitos e crenças desde quando comecei o autoconhecimento; aquele mergulho cada vez mais profundo em mim mesmo, buscando os lados sombrios, negativos, limitantes que me bloqueavam na caminhada pela vida. 
O Universo conspirou de forma indescritível, fazendo-me encontrar pessoas iluminadas que abriram as portas certas, permitindo-me penetrar fundo no mundo da energia sutil, da espiritualidade que tem o amor -e nada mais- como inspiração suprema. Você não pode imaginar em que situação me encontrava quando iniciei a caminhada... bom, se eu consegui chegar até este ponto, qualquer pessoa poderá fazer bem melhor. 
Quanto mais avanço na senda, mais me conscientizo que pouco ou nada sei e que o caminho tem começo, mas não tem fim, porém, os mais atentos percebem rapidamente que o processo de evolução como um todo tornou-se cada vez mais disponível, experimentado, impulsionado por técnicas simples e efetivas, que são largamente disponibilizadas, deixando obsoletos métodos tradicionais de cura do corpo e da alma que antes exigiam a presença física do paciente. 
Um dia tudo isso será demonstrado pelos físicos quânticos e tornar-se-á algo normal, como hoje é a comunicação instantânea áudio/vídeo via skype, algo impensável até poucos anos atrás.  No entanto, sinto muito, muito mesmo, bem lá no meio do peito, quando percebo a dificuldade e a indiferença que a maioria das pessoas demonstra quando se trata de iniciar o movimento libertador e recompensador do despertar. Mas continuarei a divulgar o chamado até o fim. Mais uma vez, os que se beneficiarão desde já, serão os que tiverem mente e coração abertos, seres livres de preconceitos, bloqueios e sabotagens internas: os pioneiros, indivíduos curiosos e altamente intuitivos que sabem que tudo está em evolução permanente; eles têm sede de conhecimento e não se contentam com o que lhes é oferecido hoje mundo afora, usualmente atraente, bem formatado, muito divulgado na mídia, caro e que pouco ou nada resolve. 
Há imensa urgência de sair do atual e arcaico padrão de controle externo e buscar o caminho do coração, a reformulação de pensamentos, emoções e atitudes que separam, limitam e entorpecem. Só poderemos avançar, se liberdade, respeito, dignidade, unidade, igualdade e amor incondicional forem os principais fundamentos da vida em comum. 
Não se trata de mais uma utopia; a grande mudança está em movimento e só não a percebe quem não quer. Alguns culpam a economia mundial, os banqueiros, os políticos, os americanos. A verdade é que um ciclo de escuridão termina e o que se nos apresenta exige de todos o respeito aos valores acima citados. O material cederá espaço ao espiritual e paulatinamente nada ficará como está. 
Entretanto, poucos são os que estão sentindo a profunda transformação que nos espera, que nos obrigará a purificar a consciência e trilhar finalmente rotas nunca antes navegadas, descobrindo o poder da meditação, do alinhamento dos chakras e de inúmeras outras eficientes ferramentas de restauração da harmonia interior. 
De repente, num salto dimensional propiciado pelo silêncio e pela concentração, se abrirá um canal direto de comunicação com a Fonte da Vida e tudo será revigorado, compreendido e incorporado à nossa existência. 
O que antes era uma banda militar vira uma orquestra sinfônica; a batida surda do tambor passa a ser a suave melodia de um violino tocado com maestria, cuja freqüência iremos acompanhar em êxtase. O trabalho, frequentemente cansativo, rotineiro ou desnecessário, como hoje é concebido, deixará espaço para os Serviços da Luz, tarefas relevantes e realizadas com amor incondicional por voluntários de vocação genuína em função de suas habilidades inatas. 
Os espertos, os aproveitadores, os que gostam de "levar vantagem em tudo" terão de se virar de forma decente, ética, produtiva... ou estarão fora. 
A vibração do Amor adubará e irrigará todas as áreas da existência, permitindo colheitas superiores e abundantes na educação, na saúde, na organização das nações, das empresas e das famílias. Tudo, tudo estará finalmente em divina ordem. 
Estruturas seculares, hoje cambaleantes, ruirão sem deixar saudades, o despertar das consciências aproximará raças, credos e nações -antes separadas-, e a Paz reinará finalmente na Mãe-Terra. Vamos todos fazer nossa parte? A Força somos nós... somados, somos uma enorme onda de Luz/Vida/Verdade que será indispensável aliada do Universo nestes momentos cruciais que a Humanidade atravessa. 
Destaque na imprensa mundial, a condenação exemplar pelo Supremo -ainda que tardia-, dos políticos corruptos e corruptores que usaram imensos desvios de verbas para comprar votos no congresso, começa a lavar lá no fundo a encardida mancha de impunidade que envergonhava o país inteiro. 
A marcação cerrada de uma parcela consciente da sociedade e da imprensa foi a chave deste resultado histórico. Um sinal e tanto de mudança. 
Agradeço de coração sua atenção e desejo imensa felicidade neste novo tempo que já está acontecendo. 

Na Luz e na Unidade.

Sim, Você pode!

sábado, 28 de julho de 2012

Na era do mundo globalizado, já não existem fronteiras para as conexões de qualquer ordem. E muito menos para o coração! Há algum tempo, relacionar-se com alguém que morava longe era raridade, coincidência, quase impossível. Hoje, as chances de você se descobrir completamente apaixonado por alguém a quem nunca sequer viu pessoalmente são bem grandes!

Como tudo na vida, esta situação tem seus prós e contras. Para alguns, bem mais contras, e é fácil compreender os motivos. Estar longe de quem a gente ama, realmente não é algo que se quer. Porém, como o coração não escolhe cidade, amar alguém à distância requer novas crenças, quebra de alguns paradigmas e muita disponibilidade para fazer dar certo!

Se existe algum segredo para isso, eu diria que tudo começa com a confiança! Se você não acredita no que o outro fala, no que ele diz que faz e no que ele diz que sente (ou vice-versa), dificilmente haverá paz neste encontro, seja ele virtual, por telefone ou esporadicamente ao vivo. E amor sem paz não é amor, é vício!

Mas sabemos que a confiança pode ter bem pouco a ver com a realidade dos fatos e muito mais a ver com insegurança, ciúme, baixa autoestima e medo. Sim! Medo de perder o controle da situação e sofrer uma decepção ou ser traído pelo outro. E, infelizmente, é exatamente esse o maior problema da distância: pré-ocupação.

Isto é, um dos dois ou os dois terminam desperdiçando tempo, energia e romance com pensamentos paranoicos, tentando evitar que algo de errado aconteça e que possa estragar o que está tão bom, o que está dando tão certo, o que nenhum dos dois gostaria de perder!

Quer saber de uma verdade in-dis-cu-tí-vel? Não temos controle sobre o outro. A vida acontece a despeito de nossas vontades e de nossos medos! Não podemos prever o futuro! Não podemos evitar a chegada do amanhã! Mas podemos, com certeza, viver o hoje, o agora, o presente da melhor maneira que sabemos, com o melhor de nós! Podemos ser coerentes com o que sentimos sem passar a vida toda tentando não sofrer!

Sofrer faz parte, em qualquer circunstância, a qualquer distância. Sofrer é humano! No mais, deve servir para nos fazer crescer e amadurecer. Para nos fazer entender que relacionar-se com alguém é a maior chance de aprendizado que podemos ter durante toda a nossa história. Além disso, sofrer é só uma parte. O resto tem de ser alegria, desvelo, prazer!

Portanto, se você está vivendo um amor à distância, aproveite! Exercite sua capacidade de investir neste dia, neste momento. Fale do que sente agora, fale de você, fale do outro, para o outro e escute-o como uma carícia! Pare de "viajar na maionese" ou de insistir em responsabilizar o outro pelas "minhocas" que são suas. Sugira parceria e não briga!

Conte sobre seus medos e até sobre sua insegurança. Revele o quanto esse encontro é importante para você e o quanto gostaria de fazer dar certo. Tire suas dúvidas. Pergunte, mas não intime! Não pressione ou exija garantias! Amor não é feito de garantias e, sim, de desejo. Desejo de ver, de ficar mais perto, de ultrapassar limites, de quebrar muros e vencer os quilômetros.

E saiba que, mais cedo ou mais tarde, quando se sentirem prontos, terão de encontrar um modo razoável para minimizar e, por fim, acabar com qualquer distância entre vocês. Porque, afinal de contas, amor consolidado pede compromisso, cumplicidade e intimidade. Pede olho no olho, mão na mão, corpo no corpo. Amor de gente grande é aquele que a gente compartilha integralmente, pouco a pouco, e sem restrições. 

Deste modo, espere o tempo que julgar necessário e justo, ame à distância enquanto assim for preciso, mas tenha em mente o que sente e o que quer! E atenda à voz do seu coração!

sábado, 5 de maio de 2012

Como é difícil para nós reconhecer que pegamos o caminho errado. Como é difícil readaptar os nossos sonhos. Desde pequenos aprendemos que é necessário traçar metas, objetivos e lutar por eles. Porém, muitas vezes, no meio do caminho é preciso mudar a estratégia. Dar meia volta, abrir mão do sonho. Admitir que o sonho não era tudo aquilo, então é preciso começar tudo de novo.

A conquista de nossos sonhos pode estar voltada à vida profissional, pessoal, ou intelectual. O fato é que vivemos de escolhas e são nossas escolhas que nos tornam pessoas melhores. Se for necessário voltar atrás, volte. Se for preciso desistir, desista, mas desista já tendo em mente por onde recomeçar, pois são os constantes “recomeçar” que dão sentido as nossas vidas.

Não tenha vergonha ou medo de recomeçar, vivemos em um mundo de constantes mudanças e, diariamente, descobrimos algo que substitui um sonho, que é mais eficiente, mais veloz, mais prático, mais moderno. E assim, pode ser com os nossos sonhos, devem estar sujeitos a alterações e nós devemos estar dispostos a aceitar as mudanças.

Muito ouvimos falar em evolução, globalização, o mundo girando em uma velocidade astronômica. Muitos de nós estamos na platéia assistindo ao espetáculo, a transformação de tudo aquilo que também é nosso. Porém, este mesmo mundo é quase sempre transformado sem a nossa participação, opinião ou contribuição.
É sempre oportuno lembrar das palavras de Paulo Coelho, “é preciso correr riscos... pobre de quem teve medo de correr riscos, porque este talvez não se decepcione nunca, nem tenha desilusões, nem sofra como àqueles que têm um sonho a seguir...”

Somos movidos por desafios, e toda mudança é um desafio, devemos dar boas vindas a elas. Se tudo na vida permanecesse estático o mundo não teria graça, a vida não seria uma eterna aventura. Aventure-se, Como é difícil para nós reconhecer que pegamos o caminho errado. Como é difícil readaptar os nossos sonhos. Desde pequenos aprendemos que é necessário traçar metas, objetivos e lutar por eles. Porém, muitas vezes, no meio do caminho é preciso mudar a estratégia. Dar meia volta, abrir mão do sonho. Admitir que o sonho não era tudo aquilo, então é preciso começar tudo de novo.

A conquista de nossos sonhos pode estar voltada à vida profissional, pessoal,
ou intelectual. O fato é que vivemos de escolhas e são nossas escolhas que nos tornam pessoas melhores. Se for necessário voltar atrás, volte. Se for preciso desistir, desista, mas desista já tendo em mente por onde recomeçar, pois são os constantes “recomeçar” que dão sentido as nossas vidas.

Não tenha vergonha ou medo de recomeçar, vivemos em um mundo de constantes mudanças e, diariamente, descobrimos algo que substitui um sonho, que é mais eficiente, mais veloz, mais prático, mais moderno. E assim, pode ser com os nossos sonhos, devem estar sujeitos a alterações e nós devemos estar dispostos a aceitar as mudanças.

Muito ouvimos falar em evolução, globalização, o mundo girando em uma velocidade astronômica. Muitos de nós estamos na platéia assistindo ao espetáculo, a transformação de tudo aquilo que também é nosso. Porém, este mesmo mundo é quase sempre transformado sem a nossa participação, opinião ou contribuição.
É sempre oportuno lembrar das palavras de Paulo Coelho, “é preciso correr riscos... pobre de quem teve medo de correr riscos, porque este talvez não se decepcione nunca, nem tenha desilusões, nem sofra como àqueles que têm um sonho a seguir...”

Somos movidos por desafios, e toda mudança é um desafio, devemos dar boas vindas a elas. Se tudo na vida permanecesse estático o mundo não teria graça, a vida não seria uma eterna aventura. Aventure-se, é época de mudanças. Mude seu cabelo, sua casa, seu trabalho, seu ritmo de vida. Lembre-se, você nasceu para brilhar e esse brilho vem de dentro de você, é em você que devem ocorrer as maiores mudanças. A felicidade, às vezes, é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.
É época de mudanças. Mude seu cabelo, sua casa, seu trabalho, seu ritmo de vida. Lembre-se, você nasceu para brilhar e esse brilho vem de dentro de você, é em você que devem ocorrer as maiores mudanças. A felicidade, às vezes, é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.

sábado, 28 de abril de 2012

Não é nada fácil lidar com as frustrações, porque encarar o erro significa também que participamos disso. E parece que a primeira atitude frente a algo que saiu errado, que nos magoou, é nos colocar na posição de vítima. E ainda que qualquer história tenha dois ou mais lados, quando sentimos que perdemos, que sofremos, é muito natural nos sentirmos traídos, mal compreendidos, desprezados.

Claro que somos mais do que a dor, somos muito maiores que as perdas, e é natural a gente se deixar cair, o que não podemos é nos acostumar à postura de vítima e ficar o tempo todo em que levamos um contra nos recolhendo nessa triste realidade.

Acho, no mínimo, engraçado a atitude de aceitar tão facilmente uma derrota e reclamar do destino infeliz, porque é claro que nem tudo é como a gente quer. Mas isso não significa que em cada tombo, em cada revés do destino não tenhamos chance de mudar as atitudes e de encontrar caminhos alternativos. Podemos e devemos nos recriar, então, porque nos aprisionar na condição de inferioridade que o estado de vítima nos oferece?

Somos mais que a vítima, somos mais que o vencedor, somos humanos, normais, pessoas que às vezes acertam, em outras erram. Temos sonhos e frustrações quando apostamos em resultados que não chegam, mas perder não significa que somos ruins, fracos ou incompetentes. Significa apenas que aquele caminho não deu certo, que aquela aposta não trouxe o resultado esperado, que aquela pessoa não era o que imaginávamos, mas nós podemos e devemos continuar da experiência para frente e, de preferência, sem mágoas.

Aliás, a mágoa, a frustração e conseqüente depressão tomam conta da nossa vida quando não conseguimos lidar com a derrota, com o fracasso, com os contras que recebemos da vida. Inclusive, tratei algumas pessoas com síndrome do pânico que, na verdade, eram totalmente imaturas em relação a lidar com as dificuldades. Veja bem que essa imaturidade não tem nada a ver com idade cronológica e, sim, com uma dinâmica pessoal pobre em auto-estima. Percebi que as pessoas com síndrome do pânico queriam demais que suas apostas dessem certo, que as pessoas aceitassem a rota que traçaram para si mesmas e para seus companheiros. Claro que não podemos generalizar e dizer que todos que sofrem dessa síndrome são assim, mas, há em comum a todas pessoas que enfrentam sofrimento, um desejo de não mais sofrer, de conseguir algum tipo de controle da vida e das experiências, o que não inclui o fracasso.
Mas será que alguém controla o destino, que faz tudo certo, que não erra, ou leva um fora?

Claro que não. Todos nós erramos e quanto mais espertos formos ao entender a hora de parar, refletir e mudar de rota, com certeza, as experiências serão menos doloridas e não será necessário tanto desgaste para compreender que é o momento de mudar.

Tudo tem limites: sofrer por amor tem limite, sofrer pela família também. Sofrer pelo trabalho, pela convivência, por se sentir sozinho... Tudo isso exige que façamos um mergulho interior, uma meditação profunda em nossas apostas. Pois se olharmos de forma menos apaixonada para nossa história, com menos emoção e menos apego aos resultados que traçamos, com certeza, teremos mais luz para pensar em alternativas.

As pessoas não merecem tanto sofrimento por conta de um amor que não deu certo e, principalmente, não merecem se afundar na frustração dos planos falidos. Mas é preciso de muita luz, meditação, oração para se levantar e olhar para outra direção. Porém, de que serve a vida se não para a gente viver, abrir-se para cada momento e cada experiência?


Semana que vem tem mais!! Até breve!!

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012


Pode ser que um dia deixemos de nos falar


Mas, enquanto houver amor,


Faremos as pases de novo


Pode ser que um dia o tempo passe...


Mas. Se a amor permanecer,


Um de outro se há-de lembrar.


Pode ser que um dia nos afastemos...


Mas, se formos companheiros de verdade,


O amor nos reaproximara.


Pode ser que um dia não mais existamos...


Mas, se ainda sobrar amor...


Nasceremos de novo, um para o outro.


Pode ser que um dia tudo acabe...


Mas, com o amor construiremos tudo novamente,


Cada vez de forma diferente e mais forte.


Sendo único e inesquecível cada momento


Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.


Há duas formas para a sua vida:


Uma é acreditar que não existe milagre.


A outra acreditar que todas as coisas são um milagre.


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012


VIDA É O TREM QUE PASSA


A vida é o trem que passa


Os sonhos são vagões


O amor é o maquinista


Somos nós, a estação!


Adquira seu bilhete, faça sua escolha


O trem vai seguindo continuadamente


Em cada vagão, o desejo de sua mente ...há também
tristezas, desilusões


Com a passagem na mão, escolha!


A viagem, se é longa não sabemos


A bagagem é cada dia vivenciada


Mudar o rumo, podemos


Sem mesmo saber da parada


A estação nunca pode estar vazia


Será sempre um passeio viver


Se sentar na janela, aprecie


Tudo é passagem, algo pode reter


Cada dia que passa é contagem regressiva


Viaje como se cada instante fosse único


Cada olhar como se fosse o último


Respire fundo, o caminho é longo


Encontrará adversidades ...tristezas ...saudades
...abismos ...retas ...curvas


Inúmeras serão às vezes


Que não veremos o que há além da curva


Mas o percurso seguirá sonhando


A vida é uma viagem


Somos mutantes


Somos passageiros


Somos nuvens


Somos fumaça


Por não saber decifrar o mapa da vida


Algumas vezes nos perderemos no trajeto


Mas, para quem sonha, nada é impossível


Nunca se perde, sempre se encontra


Escute, ouça, é o apito de mais uma partida


Poderá estar partindo para novos lugares


Sem roteiros


Sem destino


Sem poente ou nascente


A direção é para felicidade


Conduzirá e será conduzido


O maquinista sempre atento


Na história, na vida


De tudo que viver, uma coisa é certa: Não se canse da
viagem, prossiga


Lute, grite, implore


Mas não desista ...se cansar, acene,sorria


O maquinista não te deixará


Não hesite, não tema


Onde parar um coração


Certamente o acalentará


A viagem prossegue ...e sabendo onde quer ir


Vá seguro, você consegue


Sabendo sempre que vai valente...


Sua viagem será eternamente...


No vagão de primeira classe



segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

"Para viver um grande Amor... É preciso abrir todas as portas que te fecham o coração. Quebrar barreiras construídas ao longo do tempo, por amores do passado que foram em vão... É preciso muita renúncia em ser e mudança no pensar. É não esquecer que ninguém vem perfeito para nós! É preciso ver o outro com os olhos da alma e se deixar cativar! É preciso renunciar ao que não agrada ao seu amor... para que se moldem um ao outro como se molda uma escultura! Aparando as arestas que podem machucar. É como lapidar um diamante bruto... para fazê-lo brilhar! E quando decidires que chegou a tua hora de amar, lembra-te que é preciso haver identificação de almas! De gostos, de gestos, de pele no modo de sentir e pensar! Para viver um grande Amor... É preciso ver a luz iluminar sua aura, dando uma chance para que o amor te encontre! Na suavidade morna de uma noite calma. É preciso se entregar de corpo e alma! É preciso ter dentro do coração um sonho: que se acalenta no desejo de amar e ser amada! É preciso conhecer no outro o ser tão procurado! É preciso conquistar e se deixar seduzir... entrar no jogo da sedução e deixar fluir! Amar com emoção para saber sentir, a sensação do momento em que o amor te devora! E quando você estiver vivendo no clímax dessa paixão, que sinta que essa foi a melhor das tuas escolhas! Que foi teu grande desafio... e o passo mais acertado, de todos os caminhos da tua vida trilhado! Mas se assim não for! que nunca te arrependas pelo amor dado! Faz parte da vida arriscar-se por um sonho... por que se não fosse assim nunca teríamos sonhado ! Mas antes de tudo, que você saiba que tem um aliado, ele se chama Tempo é teu melhor amigo. Só ele pode te dar todas as certezas do amanhã... A certeza que você realmente amou... A certeza se realmente foste amado... "